Início > Divagações, Pessoais > Morfina e rock ‘n’ roll para amenizar a dor

Morfina e rock ‘n’ roll para amenizar a dor

Bem que eu queria fazer um texto bonito pra contar os últimos acontecimentos, mas foda-se, tô com um péssimo humor. Vou cuspindo assim mesmo:

Tirei o gesso na quarta, andar dói pra caralho. Não recomendo ficar mais de 1 mês com a perna imobilizada. Atrofia tudo. Fui pra casa da minha namorada, vimos Resident Evil: Degeneration (um lixo) e Saw V, esse até melhorzinho. Tô pensando até em fazer uma maratona de Saw.

Durante a semana eu troquei uns e-mails com o pessoal do Circo Motel e porque eu comentei do pé quebrado eles quiseram vir até minha humilde residência entregar a camiseta que eu ganhei, como o vídeo prova. Nananinanão, tenho vergonha de trazer gente pra cá. Sugeri uma ída até a Augusta, devidamente acertada, então no sábado eu desci a Augusta mancando. O GPS do celular falhou, ninguém sabia onde raios era o Ibotirama e o Vitrine e notei que estava descendo o lado errado. Fazer o quê? Roceiro guarulhense sem ir a Augusta por 2 anos tem que se foder mesmo. Destino encontrado, cumprimentos realizados com a banda, a Débora do Siete Armas e fãs que chegaram mais tarde, muita cerveja (foram 22 garrafas no total!) e além da camiseta, levei 2 CDs autografados (a namorada é fã) e uns bottons. Uma tarde muito boa. Mesmo sendo um cara entediante, não me senti entediado. Foi uma tarde memorável com pessoas memoráveis. Tudo por um 2010 mais rock ‘n roll.

Depois da despedida e do acerto dos cento-e-poucos reais das cervejas, andei um pouco pela Peixoto Gomide, tomei algumas cervejas sozinho e esperei. Esperei, esperei e esperei. Esperei pra caralho pra conhecer essa finesse de pessoa que é a Michelle. Esperei tanto que não fiquei nem 1h com o pessoal dela no bar. Mas foi o suficiente, não era só ela a pessoa-finesse do rolê, todos eram. O Coroner, um velho colega de rolêzinhos apareceu no final e toda vez que nos vemos, é sempre um choque. Voltei pra casa da minha namorada correndo pra pegar a última lotação. Se eu a perdesse, teria que andar um-km-e-meio a pé. Ela ficou feliz pra caralho com o CD autografado do Circo Motel e o bottom, mas vai passar um bom tempo me invejando pela camiseta.

Aí tentamos ver o “Across the Universe”. Mandar um Eject no DVD nunca foi tão unânime, já que o filme parecia um daqueles filmes modernos de adolescentes no colegial, mas com trilha dos Beatles. Tentamos ver o “Coração Vagabundo”, documentário do Caetano Veloso e novamente o Eject salvou (MPB não é pra mim). Colocamos “Das Leben der Anderen”, um filme que se passa na Alemanha Oriental, com toda aquela coisa de “o governo deve saber tudo”, vigilância total e etc. É um filme que vale a pena do começo ao fim. Também rolou uma reuniãozinha familiar pra comemorar o aniversário da minha sogra. Uma das mulheres mais fodas do mundo, só porque deu a luz a minha namorada.

Pra fechar, acordei muito cedo pra ir trabalhar. Cedo mesmo, pra quem tá acostumado a acordar 7 da manhã para ir a uma empresa que fica a 20 minutos a pé e do nada precisa acordar as 5 pra pegar 3 ônibus. Fui mais cedo porque tinha que passar no RH e conversar sobre minha situação lá. Fui dispensado com a informação de que nada foi decidido ainda e eu teria a resposta amanhã. Beleza, voltei pra casa, fui dormir. Acordo, abro o note e um e-mail do meu chefe falando que eu fui demitido porque não entreguei atestado. Caralho, eu tinha conversado com um pessoal do RH que o médico me deu um atestado de 15 dias e que não me daria outro, porque eu tenho que procurar a Caixa. Aí que tá, sou “Autônomo”, e Caixa é só pros CLTs. Afim de salvar meu emprego, sugeri no começo do ano que eu ficasse sem receber o salário de janeiro, tranquilamente. Parece que isso não chegou no “Diretor de TI” e ele achou que eu não entregar o atestado foi um ato de má-fé. Lição aprendida: pular fora quando a empresa for MUITO desorganizada e nem entrar se ela não oferecer contratação CLT. Tem uns 14% de desconto, mas os benefícios e proteções garantidas em Lei dão a vantagem.

Tá cuspido. Tchau.

Anúncios
  1. 02/02/2010 às 02:23

    found ya!

    belo texto, meu amigo. espero por mais brejas contigo e vossa mulher em breve ok?

    abraço do rafa

    ps. és um artista. alguém já te avisou?

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: